Category Archives: Notícias

Semiologia dos meios: Comunicação em rede contra os monopólios midiáticos foi tema de I roda de conversa promovida pela Santa Luz Fm

Na noite da última Segunda-Feira (26), a Associação de Radiodifusão Comunitária Santa Luz FM em parceria com a Rádio Web Pós-Crítica do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural da Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus II – Alagoinhas, promoveu a I Roda de Conversa com o tema: Semiologia dos meios: comunicação em rede contra os monopólios midiáticos.

O evento aconteceu na sede da APLB de Santa Luz, situada no Território do Sisal, e contou como animadores da mesa temática o Comunicólogo Edisvânio do Nascimento Pereira (mestrando em Crítica Cultural/UNEB); Profa. Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira (Pós-Crítica/UNEB) e Prof. Dr. Osmar Moreira dos Santos (Pós-Crítica/UNEB) e contou com as presenças de lideranças sociais, políticos, profissionais da educação, agitadores culturais, estudantes, comunicadores e sites locais.

De acordo com Edisvânio Nascimento “A ideia neste primeiro momento foi trazermos algumas imagens e reflexões acerca do cenário atual, no que diz respeito à compreensão dos sistemas de significação desenvolvidos pela sociedade brasileira, sobretudo, no que se refere à importância da comunicação em rede para o enfrentamento contra os monopólios midiáticos, além disso, ampliar a discussão envolvendo lideranças sociais, profissionais da educação, agitadores culturais, estudantes e todos aqueles que pensam no ser humano como seres humanos”.

O comunicólogo ressaltou a importância do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural e da implantação da Rádio Web Pós-Crítica, a “qual será uma grande parceira da Santa Luz FM e que sem dúvidas vai proporcionar o encurtamento da distância entre o mestrado, a Universidade e Santa Luz, e claro, o território do Sisal. Nosso pensamento é criarmos grupos que possam pensar estratégias para o enfrentamento dos oligopólios, combatermos com o bom combate estas barbáries e conteúdos que estão sendo “enfiados” de forma verticalizada, ditatorial e alienadora das mídias golpistas, orquestrada por um projeto neoliberal que está a serviço de interesses patriarcais e de uma burguesia fascista e falso moralista, que por muitas vezes falam as suas verdades e provocam assim a dominação por meio de seus discursos reacionários, misóginos, rancorosos, preconceituosos, homofóbicos, legalistas, cerceando a liberdade de pensamento e de expressão das classes trabalhadoras, que sem sombras de duvidas é a maior reserva deste país.” Concluiu Edisvânio.

Para o Prof. Dr. Osmar Moreira dos santos é importante destacar que gostou muito do evento e enfatizou a qualidade e forças de três coisas “1) o profissionalismo e compromisso social da equipe da rádio comunitária de Santa Luz; 2) pelo alto nível da discussão sobre semiologia dos meios: comunicação em rede para combater os oligopólios midiáticos; 3) pelos encaminhamentos finais visando a parceria entre a rádio comunitária, o Pós-Critica, e movimentos sociais, associações docentes e discentes, com o objetivo de resistir ao estado de exceção instalado recentemente no Brasil”.

Osmar finalizou dizendo que “Nossas lutas coletivas serão imprescindíveis para fazer retornar a normalidade democrática, anular e enxotar os golpistas, e conquistar a cidadania cultural do Brasil, que estava em curso entre 2002-2014”.

De acordo com a Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira “o encontro foi muito bom. Uma conversa qualificada com pessoas interessadas, mobilizadas. Penso que, como dissemos, pode significar um encontro entre tantos outros agenciamentos que poderemos desenvolver em conjunto, em parceria para se pensar, articular uma outra cadeia produtiva, em contraponto a uma ordem discursiva capitalista, patriarcal, etnocêntrica, excludente”.

De acordo com Maria Amélia Nascimento que é Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da UNEB Campus I em Salvador e Professora da rede municipal de ensino há mais de 20 anos, “o evento semiologia dos meios: comunicação em rede para combater os oligopólios midiáticos, realizado ontem, foi importante, principalmente pelas reflexões e fundamentos que os palestrantes Edisvânio Nascimento; Profa. Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira e Prof. Dr. Osmar Moreira dos Santos abordaram sobre os conteúdos que as redes/mídias de comunicação e informação disseminam para as massas. E o modo como essas informações influencia a vida das pessoas tanto individualmente quanto na coletividade”.

Maria Amélia destacou ainda que “foi um evento importante, necessário para que a comunidade luzense possa pensar melhor o momento sobre o poder das grandes mídias, e, assim buscar outras formas de enfrentamento. Por outro lado, foi gratificante, prestigiarmos a nossa conterrânea a Dra. Jailma Pedreira que de modo muito simples e emocionante falou sobre seu trabalho como educadora e pesquisadora”.

Já Clenildo da Cunha Peixinho, Diretor da APLB/Sindicato delegacia Sisal Norte Santa Luz, destaca a gratidão da APLB pela oportunidade de participar da I Roda de Conversa e aproveitou para “parabenizar e agradecer a Rádio Comunitária Santa Luz FM e o Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural da Universidade do Estado da Bahia, Campus II – Alagoinhas, que segundo ele, “foi a realização do grandioso evento, ocorrido no auditório da APLB”.

Clenildo aproveitou também para agradecer ao comunicador Edisvânio Nascimento pela mediação, à Dra. Jailma Pedreira e ao Dr. Osmar Moreira e acrescentou considerando “que foi um evento que vai repercutir no município de Santa Luz, por estarem presentes Educadores e Sociedade Civil, de grande influência no município”. Ainda de acordo com Clenildo, a “discussão foi muito qualificada, que deixou o desejo da realização de outros encontros para tratar da temática: Semiologia dos meios: comunicação em rede contra os monopólios midiáticos. Parabéns a todos os envolvidos! Concluiu.

Após a roda de conversa foram lançados os livros: Um Oswald de bolso (Quarteto, 2010); A luta desarmada dos subalternos (Ufmg, 2016); Primeiros passos de um crítico cultural (EdUNEB, 2016); Folhas venenosas do discurso (Quarteto, 2002) e Arquivos testemunhos e pobreza no Brasil (Eduneb, 2016).

O evento teve como organizadores a Rádio Comunitária Santa Luz FM, Rádio Web Pós-Crítica – UNEB – Alagoinhas e contou com o apoio cultural da APLB de Santa Luz e dos sites Vem Ver cidade e Notícias de Santa Luz.

 

Redação: Santa Luz FM

Animadores da I roda de conversa promovida pela Santa Luz FM dialogam no rádio revista sobre o tema Semiologia dos meios: comunicação em rede contra os monopólios midiáticos

Na última Segunda-Feira (26), o programa Rádio Revista da Rádio Comunitária Santa Luz FM, mediado pelo radialista Dil Carmo, recebeu o Comunicólogo Edisvânio do Nascimento Pereira (mestrando em Crítica Cultural/UNEB); Profa. Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira (Pós-Crítica/UNEB) e Prof. Dr. Osmar Moreira dos Santos (Pós-Crítica/UNEB), que participaram como animadores da I Roda de Conversa com o tema: Semiologia dos meios: comunicação em rede contra os monopólios midiáticos.

Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira

Dr. Osmar Moreira dos Santos

Durante o bate papo que durou mais de 50 minutos, os animadores da mesa fizeram um preâmbulo como aquecimento, a respeito do tema e destacaram as suas expectativas.

O evento teve como organizadores a Rádio Comunitária Santa Luz FM, Rádio Web Pós-Crítica – UNEB – Alagoinhas e contou com o apoio cultural da APLB de Santa Luz e dos sites Vem Ver cidade e Notícias de Santa Luz.

Redação: Santa Luz FM

Confira aqui os melhores momentos.

SANTA LUZ FM REALIZA I RODA DE CONVERSACOM O TEMASEMIOLOGIA DOS MEIOS: COMUNICAÇÃO EM REDE CONTRA OS MONOPÓLIOS MIDIÁTICOS

A Associação de Radiodifusão Comunitária Santa Luz FM em parceria com a Rádio Web Pós-Crítica do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural da Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus II – Alagoinhas, promove nesta Segunda-Feira (26), às 19:00h, a I Roda de Conversa com o tema:  Semiologia dos meios: comunicação em rede contra os monopólios midiáticos.


edisvanio-do-nascimento-pereira

 

O evento que tem por objetivo maior discutir estratégias de recepção, produção e circulação de informação estético-políticas fora dos oligopólios da comunicação,acontecerána sede da APLB, situada à Rua Santa Maria, 97, próximo ao auditório do CENOS e contará como animadores da mesa temática o Comunicólogo Edisvânio do Nascimento Pereira (mestrando em Crítica Cultural/UNEB); Profa. Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira (Pós-Crítica/UNEB) e Prof. Dr. Osmar Moreira dos santos (Pós-Crítica/UNEB).

prof-dr-osmar-moreira-dos-santos

De acordo com Edisvânio Nascimento “A ideia é neste primeiro momento trazermos algumas reflexões acerca do cenário atual, no que diz respeito à compreensãodos sistemas de significação desenvolvidos pela sociedade brasileira, sobretudo, no que se refere à importância da comunicação em rede para o enfrentamento contra os monopólios midiáticos”.

profa-dra-jailma-dos-santos-pedreira-moreira

“Na oportunidade vamos falar também da importância do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural e da implantação da Rádio Web Pós-Crítica, a qual será uma importante parceira da Santa Luz FM e que sem dúvidas vai proporcionar o encurtamento da distância entre o mestrado, a Universidade e Santa Luz e claro o território do Sisal”. Concluiu Edisvânio.

 

Após a roda de conversa serão lançados os livros: Um Oswald de bolso (Quarteto, 2010); A luta desarmada dos subalternos (Ufmg, 2016); Primeiros passos de um crítico cultural (EdUNEB, 2016); Folhas venenosas do discurso (Quarteto, 2002) e Arquivos testemunhos e pobreza no Brasil (Eduneb, 2016).

 

O eventoque terá entrada franca,tem como organizadores a Rádio Comunitária Santa Luz FM, Rádio Web Pós-Crítica – UNEB – Alagoinhas e conta com o apoio cultural da APLB de Santa Luz.

 

A Santa Luz FM vai transmitir o evento em tempo real e poderá ser acompanhado também em: www.santaluzfm.com.br ou através do aplicativo radiosnet em seu Smartphone.

 

 

 

Redação: Santa Luz FM

Santa Luz FM encerra série de entrevistas com prefeituráveis: Joelcio Martins justifica ausência por meio de comunicado

dsc_0199

Visando democratizar a informação e contribuir para a construção do pensamento crítico dos cidadãos e cidadãs de Santa Luz, a Associação de Radiodifusão Comunitária Santa Luz FM – 104.9, encerrou na manhã desta Sexta–Feira (23), a série de entrevistas com candidatos a prefeitos e prefeita de Santa Luz.

De acordo com Gessivaldo Dias de Jesus, diretor de programação da rádio “a ideia foi mais uma vez, a exemplo de 2012, possibilitar que o eleitorado luzense tivesse a oportunidade de avaliar de forma democrática e com igualdade, as propostas de cada candidato e candidata ao governo municipal para os próximos quatro anos”.

Segundo Edisvânio Nascimento que é o Diretor Executivo e assessor do departamento de programação e jornalismo da rádio, os critérios e regras foram definidas em reunião realizada no dia 29 de Agosto, entre a emissora e as assessorias dos candidatos Robson Sena da Coligação: Renova Santa Luz – PT – PCdoB e PHS; Quitéria Carneiro Araujo, Coligação É a vontade do povo – PSD – PP – PDT e Joelcio Martins da Silva da Coligação Renasce a esperança – PMDB – PRB – PPS – DEM – PSB e PV.

dsc_0187

Ainda de acordo com a rádio o candidato Joelcio Martins do PMDB, não compareceu à entrevista, mas seguindo o exemplo da primeira entrevista, encaminhou comunicado na manhã desta Sexta-Feira, justificando a sua ausência.

Confira o comunicado

Com a ausência do candidato, a rádio manteve a sua programação voltada para o tema, conforme determinam as regras e critérios e assim, o tratamento foi dado igualmente para todos os candidatos e coligações.

A Santa Luz FM informa ainda que a proposta de realizar sabatinas e debates com candidatos é de proporcionar à Santa Luz refletir a respeito das propostas de cada candidato ou candidata. Para este ano, foram selecionados 20 temas a serem discutidos: Educação; Saúde; Saneamento básico; Geração de Emprego e Renda; Segurança pública; Acessibilidade; Meio ambiente; 3º Setor (Cooperativismo/Associações comunitárias); Agricultura familiar; Extrativismo mineral / trabalhadores das pedreiras; Cultura, Esporte e lazer; Políticas de cidade (Plano diretor); Ação social/Assistência social; Políticas públicas e de inclusão (Juventude, mulheres, idosos, criança e adolescente); Recursos hídricos; Feira livre; Habitação; Produtores de sisal; Servidores públicos e Diferenças ideológicas e partidárias. De acordo com a assessoria da rádio estes temas são postos, como fruto de um trabalho, de um processo de escuta da comunidade ao longo destes anos.

O radialista, Diretor Executivo e assessor do Departamento de programação e Jornalismo da Santa Luz FM, Edisvânio Nascimento afirma que “a rádio trabalhou como sempre tem feito ao longo de sua história, primando pela ética, pela democracia e sempre respeitando a todos com igualdade e que nos momentos em que houveram divergências, foi posto em votação e prevaleceu a vontade da maioria como manda um Estado democrático e de direito”. De acordo com Nascimento, “essa foi uma grande oportunidade dos candidatos debaterem e apresentarem suas propostas para os próximos 4 anos no município, mas também, uma excelente oportunidade dada ao eleitorado luzense de avaliar melhor o que pensa cada candidato ou candidata”. “[…] Propusemos duas séries de entrevistas e um debate de alto nível e que de fato, os candidatos pudessem aproveitar bem os seus tempos de fala para apresentarem as suas propostas. Em 2012, pudemos viver uma grande festa da democracia, quando na oportunidade, todos os candidatos participaram tanto das duas sabatinas, quanto dos dois debates, este ano infelizmente muitas coisas aconteceram e não houve a participação dos candidatos em sua totalidade”.

Edisvanio afirma ainda que “a rádio trabalhou duro e exaustivamente como sempre tem feito ao longo de sua história, primando pela ética, pela democracia e sempre respeitando a todos com igualdade e que nos momentos em que houveram divergências entre as coligações, foi posto em votação e prevaleceu a vontade da maioria como manda um Estado democrático e de direito”. Edisvânio disse ainda que lamenta muito o fato de algumas acusações feitas à rádio. “Estou com o coração ferido, com a alma machucada por falas cruéis em relação à nossa postura, pois, sabe Deus e eu as noites que passei na solidão de casa trabalhando duro, preparando propostas de critérios e regras para a realização dos eventos, digo eu, porque jamais sofri nenhum tipo de influência quanto aos procedimentos, e, se tivesse havido, eu mesmo teria tomado uma posição dura, pois não aceito injustiça, corrupção, nem também admito covardia. Tentam agredir a nossa honra e por tabela estão atingindo em cheio a minha, pois tudo que fora feito e as conduções das reuniões, foram todas por mim e somente por mim, juntamente às coligações, todos sabem que desde 2012, quem trabalha neste processo de produção jornalística sou eu e sempre ficou clara a postura da rádio”.

Edisvânio disse ainda que embora esteja triste com as acusações que a emissora vem sofrendo e mesmo não tendo o seu nome citado diretamente está de cabeça erguida, “pois sei do nosso papel, do que sempre procuramos fazer com respeito a todos e, sobretudo, com responsabilidade. Não guardarei mágoas, sei que isso vai passar. Sei também que o que procurei fazer pela rádio neste processo foi limpo e muito responsável, sem jamais sofrer nenhum tipo de interferência, até porque jamais aceitaria. Lamento profundamente porque ainda não evoluímos politicamente. Porque cegamos com nossas paixões, ao invés de agirmos como seres políticos e preferimos a politicagem. Desabafou Edisvânio que concluiu dizendo: “nosso esforço foi concentrado em fazer o melhor possível nestes eventos, para que eles acontecessem à altura da grandeza de Santa Luz. Que ao final, tanto candidatos quanto eleitores saíssem vitoriosos. Ademais, o nosso jurídico está cuidando, e, em nome de nossa honra não mediremos esforços para que reparações sejam feitas”.

comunicado-23-de-setembro

Rádio Comunitária Santa Luz FM

Santa Luz FM realiza segundo dia de última série de entrevistas com prefeituráveis e Quitéria Carneiro não comparece mais uma vez

dsc_0151

Na manhã desta quinta-feira (22), a Rádio Comunitária Santa Luz FM, realizou o segundo dia da última série de entrevistas com prefeituráveis de Santa Luz. De acordo com informações da Assessoria da rádio, a entrevistada seria a candidata Quitéria Carneiro Araújo, Coligação É a vontade do povo – PSD – PP – PDT, que mais uma vez não compareceu e nem justificou a sua ausência.

Ainda conforme a emissora, a candidata e a coligação É a vontade do povo tem conhecimento de todos os procedimentos, e que a candidata não participou nem do debate nem das entrevistas. A rádio reitera que “a emissora procura cumprir todos os procedimentos e regras que foram discutidas junto às coligações e que tais procedimentos foram informados à candidata e seus assessores por meio de documentos oficiais”. Disse a assessoria do Departamento de programação e jornalismo da rádio.

dsc_0158

A rádio diz ainda que tudo foi feito com lisura e transparência e que o que foi para ser decidido, aconteceu de forma democrática, sempre procurando respeitar a todas as coligações e partidos, conforme nos assegura a nossa Constituição Federal e que para o conhecimento do público mantém cópias de todos os documentos e procedimentos adotados para a realização tanto do debate quanto das entrevistas, à disposição da comunidade. Podendo ser acessado também, através do seu portal de noticias em www.santaluzfm.com.br

Nesta sexta-feira (23), a emissora encerrará a série de entrevistas e o candidato a ser entrevistado será Joelcio Martins do PMDB, pela coligação RENASCE A ESPERANÇA.

 

 

Rádio Comunitária Santa Luz FM