Tag Archives: Onu

Queda de avião: Conselho de Segurança da ONU pede investigação internacional

Foto: Ultimo Segundo

O Conselho de Segurança das Nações Unidas pediu hoje (18) uma “investigação internacional completa, minuciosa e independente” sobre o avião da Malaysia Airlines que se caiu na Ucrânia, ontem (17), matando 298 pessoas.

Numa declaração unânime, os 15 países-membros do Conselho também sublinharam “a necessidade de todas as partes acordarem o acesso imediato ao local do acidente aos investigadores para determinar as razões do incidente”. Eles pedem que a investigação seja conduzida “segundo as regras da aviação civil internacional, para determinar de maneira apropriada” os responsáveis.

O Conselho manifestou as “mais sinceras condolências aos parentes das vítimas, assim como aos povos e aos governos de todos aqueles que morreram na queda” do avião da companhia malaia.

No início da reunião de urgência do Conselho de Segurança, os embaixadores dos países-membros também fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas.

O avião da Malaysia Airlines, com 298 pessoas a bordo, fazia a ligação entre Amsterdã e Kuala Lumpur, tendo desaparecido dos radares da Ucrânia a uma altitude de 10 mil metros.

O Boeing 777 perdeu a comunicação com terra na região oriental de Donetsk, perto da cidade de Shaktarsk, palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes pró-russos.

Os serviços secretos norte-americanos disseram “acreditar fortemente” que o avião foi abatido por um míssil, de origem ainda desconhecida.

Informações Agencia Brasil

Relatório da ONU aponta que Mais de 240 milhões de pessoas usaram drogas em 2012

O Relatório Mundial sobre Drogas do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) informa que 243 milhões de pessoas, o que corresponde a 5% da população mundial, entre 15 e 64 anos, fizeram uso de drogas ilícitas em 2012. De acordo com o diretor executivo do Unodc, Yury Fedotov 200 mil mortes relacionadas a drogas foram registradas em 2012.

Durante o lançamento do relatório em Viena, na Áustria, nesta quinta-feira (26), considerado o Internacional Contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito, Fedotov chamou atenção para a necessidade de um foco maior na saúde e nos direitos humanos dos usuários de drogas, em especial, daqueles que fazem uso de drogas injetáveis e que têm HIV/aids.

Yury Fedotov disse também que “Ainda existem sérias lacunas na prestação de serviços. Nos últimos anos, apenas 1 em cada 6 usuários de drogas no mundo teve acesso ou recebeu algum tipo de tratamento para dependência de drogas a cada ano.”

Ainda conforme o relatório, o aumento na produção de ópio no Afeganistão representou um revés, disse Fedotov, já que o maior produtor de papoula de ópio do mundo aumentou sua área de cultivo em 36%, de 154 mil hectares em 2012 para 209 mil hectares em 2013. O Afeganistão representa 80% da produção global de ópio.

O relatório aponta ainda que a disponibilidade global de cocaína diminuiu devido à queda na produção de 2007 a 2012. O uso de cocaína permanece alto na América do Norte, apesar de diminuir desde 2006. A África tem testemunhado aumento no uso de cocaína devido ao crescimento do tráfico pelo continente e o incremento no poder de compra tornou alguns países asiáticos vulneráveis ao uso de cocaína.

Ainda conforme o relatório, mundialmente o uso de maconha parece está declinando, mas a percepção de riscos menores à saúde levou a um maior consumo na América do Norte, de acordo com o escritório da ONU. O relatório aponta que, apesar de ser muito cedo para entender os efeitos de novos marcos regulatórios tornando legal o uso recreativo da maconha em alguns estados dos EUA e no Uruguai sob certas condições, um maior número de pessoas procura por tratamento de transtornos relacionados a droga na maioria das regiões do mundo, incluindo a América do Norte.

As apreensões de metanfetamina mais que dobraram globalmente entre 2010 e 2012, mostra o estudo. A fabricação da droga se expandiu mais uma vez na América do Norte, com grande aumento no número de laboratórios desmantelados nos EUA e no México. Das 144 toneladas de estimulantes tipo anfetamina apreendidos globalmente, metade foi interceptada na América do Norte e um quarto no Leste e Sudeste da Ásia.

Fonte de  informações da ONU. Edição: Edisvânio Nascimento

 

Coreia do Norte diz que escritório da ONU em Seul é “provocação intolerável”

A Coreia do Norte classificou hoje (4) como “provocação intolerável” o fato de a Coreia do Sul ter aceitado abrir, em seu território, um gabinete das Nações Unidas (ONU) na capital Seul, dedicado a supervisionar questões de direitos humanos no governo norte-coreano.

Ao aprovar a abertura do gabinete, a Coreia do Sul cometeu uma “provocação política intolerável que tem como objetivo aprofundar o confronto entre os dois países irmãos e concretizar a sua ambição de reunificação pela força”, informou o jornal do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, Rodong Sinmun.

O jornal acrescenta que a medida “conduzirá as relações entre as duas Coreias à catástrofe e projetará uma sombra de perigo de que instale uma guerra na Península Coreana”.

A reação da Coreia do Norte ocorreu depois que, na última quinta-feira (29), o governo da Coreia do Sul confirmou que um gabinete do alto comissário dos Direitos Humanos da ONU vai abrir um escritório em Seul.

No último relatório apresentado em março deste ano, a ONU associou o governo da Coreia do Norte a crimes contra a humanidade equiparados aos cometidos pelos nazistas alemães e peloapartheid na África do Sul.

Informações Agencia Brasil.